O MPLA não vai levar a melhor sobre a decisão e determinação deste povo!

O MPLA não vai levar a melhor sobre a decisão e determinação deste povo!

4. Maio 2022 0 Por Araújo
Deprimente o comportamento dos (in) responsáveis do MPLA!
Forçam os cidadãos a assistir aos seus comícios… Que vergonha! Que deprimente!
O MPLA continua a desprezar a Constituição da República, pois pouco se interessa com a importância e magna valia que reveste a feitura e adopção
da Lei primeira e fundamental do Estado, e da sociedade angolana.
O partido – Estado vezes sem conta vai atropelando a Constituição e cometendo erros grosseiros, traindo assim Angola e os angolanos.
O Artigo 48°. que faz referência sobre a:
(Liberdade de Associação)
no seu ponto terceiro esclarece:
[3. Ninguém pode ser obrigado a fazer parte de uma associação nem coagido por qualquer meio a permanecer nela.
E todos os que defendem a permanência destas flagrantes violações constitucionais são com certeza “órfãos em discernimento”. Até podem ser “inteligentes” mas sem discernimento!
Passam a vida a encharcar a mente das pessoas com falsas doutrinas e estórias da carochinha, prometendo o que jamais poderão cumprir.
Na verdade o MPLA não passa de um reino de sádicos, pois mostram estar com o povo quando lhes convém, e ao mínimo grito de revolta dos governados, ordenam que seus “cães raivosos” saíam as ruas e ceifem vidas justas, vidas de pessoas completas de razão, e que lutam por seus direitos que há 46 anos vêm sendo pisoteados!
Dessa forma, têm enganado a milhares de angolanos, incautos, sobretudo.
Gente perversa, gananciosa e cheia de avareza na alma, que desprezam o valor da cidadania e priorizam os seus status partidário, que juraram servir e cumprir a Lei e a Constituição, mas que têm como prioridade assaltar os cofres públicos, elevando assim o número de cidadãos miseráveis e mendigos que volta e meia vão enchendo as avenidas.
Gente que por fora é um “mimo” enchidos de vaidade e requinte, mas por dentro, totalmente pútridos e corrompidos, cheios de falsa santidade.
Perseguidores implacáveis, impetuosos, que não merecem o voto de gente lúcida e sofrida.
Inclementes, pois não se cansam de prender aqueles que por direito e por lei, exigem de vocês governantes, uma sociedade justa; pois somente apelamos à sabedoria das lições da nossa história e das nossas raízes seculares.
Como podeis afirmar que sois revestidos de uma cultura de tolerância e andais profundamente comprometidos com a reconciliação, com a igualdade, a justiça e o desenvolvimento, mas quando mesmo a vossa frente há um mar de desfavorecidos e excluídos, a “praga do Sistema Ditatorial”?
Com os vossos discursos inflamados, arrogados na altivez, cheios de ódio e de desprezo contra quem vós governais, achais mesmo, que tereis o carinho do povo?!
Como podeis ser tão cínicos?!
Desta vez, chega!
O MPLA não vai levar a melhor sobre a decisão e determinação deste povo!
Nós, o Povo, estamos decididos a construir uma sociedade fundada na equidade de oportunidades, no
compromisso, na fraternidade, na unidade e na diversidade.
Vamos edificar todos juntos, uma sociedade justa e de progresso que
respeita a vida, que respeita a igualdade, a diversidade e a dignidade das pessoas.
E o primeiro passo é: EXPULSAR A DITADURA E O DITADOR DO PODER.
ACJ
A NOSSA ESCOLHA PARA PR DE ANGOLA 2022